17 de maio de 2019
O Laravel é um framework PHP. Ele foi construído para facilitar a vida dos desenvolvedores e para que os projetos possam ser desenvolvidos com orientação a objetos na arquitetura MVC. O MVC nada mais é do que a separação do seu projeto em 3 camadas:

Models  - Camada de manipulação dos dados. Responsável pela leitura e escrita dos dados.
Controllers - Camada de controle. É responsável por receber e responder as requisições com a ajuda das outras camadas.
Views - Camada de visualização. É o seu Front-End, a camada de interação com o usuário.

E para começar, vamos conhecer a estrutura do Framework:

1 - A pasta app contém a maior parte da lógica da sua aplicação. Ela abriga as Models criadas na raiz da pasta /app e os Controllers, criados no caminho: \app\Http\Controllers

2 - A pasta bootstrap já diz tudo. O Bootstrap que também é um framework é super utilizado na estruturação de layouts. O arquivo app.php, que fica dentro dessa pasta, tem a configuração de bootstrap da aplicação. Dentro dessa pasta, também temos a pasta cache. Ela possui os arquivos gerados para a otimização de cache.

3 - A pasta config possui vários arquivos que carregam configurações da nossa aplicação.

4 - A pasta database abriga as informações do Banco de Dados.

5 - A pasta public funciona como a pasta raiz do projeto. Nela fica o arquivo index.php que serve para dar o start no seu projeto. Nessa pasta também devem ser inseridos os arquivos públicos Javascript Jquery, Css e imagens.

1 - A pasta routes abriga os arquivos de rotas do sistema. Uma rota é uma definição de qual controller será executado a partir da URL acessada através do navegador. As rotas do projeto serão inseridas no arquivo web.php que fica dentro dessa pasta. Sempre que criamos um projeto visualizamos ele no navegador com uma página escrito Laravel contendo alguns links, o chamamento dessa view é determinado através da rota:

Route::get('/', function () {
    return view('welcome');
});

6 - A pasta resources abriga as Views do projeto.

7 - A pasta storage abriga arquivos armazenados e utilizados durante o processamento da sua aplicação. Ex: arquivos de cache, log, etc.

8 - A pasta tests também já diz tudo. Ela é utilizada para a realização dos testes automatizados em nosso projeto.

8 - A pasta vendor contém arquivos gerados pelo composer, o nosso gerenciador de dependências instalado no início da configuração do ambiente de desenvolvimento. Essa pasta é gerenciada diretamente pelo composer, não é necessário mexer nela.

Conheça também alguns arquivos importantes:

Arquivo .env -> É aqui que ficam as informações sobre a conexão com o banco de dados e outras configurações do sistema.

Arquivo artisan -> Esse arquivo possui uma interface CLI (command Line Interface). Com a sua ajuda é possível executar comandos através do terminal para simplificar algumas tarefas como criar Controllers, Models, Migrations, etc.

Arquivo composer.json -> Esse arquivo possui informações sobre as dependências do projeto instaladas via composer. Ex: versão do Laravel e blibliotecas de terceiros.

Arquivo package.json -> Esse arquivo também possui informações sobre as dependências do projeto, mas, são as dependências de pacotes JS.

Até o próximo post!

0 comentários:

Postar um comentário

Comentários:

Perfil

Formada em Sistemas de Informação e pós-graduada em Engenharia de Software.