16 de outubro de 2017


Assunto abordado por Buschmann (1996). É interessante utilizar blocos aninhados para diminuir o escopo de algumas variáveis que vão ser utilizadas somente ali, declarando-as dentro dos blocos. É ainda interessante declarar e iniciar as variáveis em um mesmo comando.

public class Carro {
   
    public static final int LIMITE = 150;
    protected int velocidadeAtual = 0;
   
    public void acelerar() {
       
        velocidadeAtual++;
        {
        String alerta = "Bib.";
        if (velocidadeAtual == LIMITE)
            System.out.println(alerta);
        }
       
        // Testar o limite de velocidade do carro.       
        if (velocidadeAtual > LIMITE) {           
            velocidadeAtual = LIMITE;
        }       
    }   
   
    //...
}

No exemplo mostrado, a classe Carro foi implementada com os atributos velocidadeAtual e LIMITE. O método acelerar utiliza esses dois atributos e cria a string alerta já a iniciando imediatamente. Essa string foi criada dentro do método e de um bloco aninhado, dessa forma ficou definido que ela poderá ser usada somente no limite desse bloco. É interessante delimitar esse espaço por questões de organização. Durante a manutenção desse código, fica fácil saber onde essa variável está sendo utilizada. Ainda neste método, foi utilizado um bloco aninhado com um comentário, em vez de utilizar o comentário antes do início do método. Essa disposição do comentário também facilita a manutenção do código uma vez que, não será necessário verificar todo o método para saber onde está sendo testado o limite de velocidade.

Referência:

BUSCHMANN, F. et al. Pattern-Oriented Software Architecture: A System of Patterns. 1. ed. New Jersey: John Wiley & Sons, 1996.

0 comentários:

Postar um comentário

Comentários:

Perfil

Formada em Sistemas de Informação e pós-graduada em Engenharia de Software.

Facebook

Views