31 de julho de 2010


Composição: Per Gessle

Crash! Boom! Bang!
{Crash! Boom! Bang!}
My Papa told me to stay out of trouble:
"When you've found your man, make sure he's for real!".
I've learned that nothing really lasts forever
I sleep with the scars I wear that won't heal.
They won't heal
Cos everytime I seem to fall in love
Crash! Boom! Bang!
I find the heart but then I hit the wall
Crash! Boom! Bang!
That's the call, that's the game and the pain stays the same.

I'm walking down this empty road to nowhere
I pass by the houses and blocks I once knew.
My Mama told me not to mess with sorrow
But I always did, and Lord, I still do
I'm still breaking the rules
{I kick it up}
{I kick it down}

Cos everytime I seem to fall in love
Crash! Boom! Bang!
I find the heart but then I hit the wall
Crash! Boom! Bang!

That's my real middle-name
It has always been the same
That's the call, that's the game and the pain stays the same.
I still feel the heat
{Slowly fallin' from the sky}
And the taste of the kissing
Shattered by rain
{Comin' tumblin' from behind}
And the wild holy war.

{I kick it up}
{I kick it down}
And everytime I seem to fall in love
Crash! Boom! Bang!
I find the roses dying on the floor
Crash! Boom! Bang!
{Crash! Boom! Bang!}
That's the call, that's the game and the pain stays the same.
That's my real middle-name
It has always been the same
Oh yea, Oh yea, Oh yea
Been the same, been the same
It has always been the same
It has always been the same

Crash! Boom! Bang!
(Crash! Boom! Bang!)
Meu pai me disse para ficar longe de encrenca:
"Quando você tiver encontrado seu homem, tenha certeza de que ele é real!"
Aprendi que nada realmente dura para sempre.
Eu durmo com as cicatrizes eu tenho as que não irão sarar
Elas não irão sarar
Pois toda vez que pareço me apaixonar,
Crash! Boom! Bang!
Eu encontro o coração, mas então bato com a cara na parede,
Crash! Boom! Bang!
Esse é o chamado, esse é o jogo, e a dor continua a mesma.

Estou descendo esta estrada vazia para nenhuma lugar
Eu passo pelas casas e quarteirões que uma vez conheci
Minha mãe me disse para não envolver com a tristeza,
Mas eu sempre me envolvi, e Deus, ainda me envolvo
Ainda estou quebrando as regras
Eu chuto para cima,
Eu chuto para baixo

Pois toda vez que pareço me apaixonar,
Crash! Boom! Bang!
Eu encontro o coração, mas então bato com a cara na parede,
Crash! Boom! Bang!

Esse é o meu verdadeiro sobrenome,
E sempre foi assim
Esse é o chamado, esse é o jogo e a dor continua a mesma
Eu ainda sinto o calor
(Vagarozamente caindo do céu)
e o sabor do beijo
Destruída pela chuva
(desmoronando por trás)
e pela selvagem guerra santa.

Eu chuto para cima,
Eu chuto para baixo
E toda a vez que pareço me apaixonar,
Crash! Boom! Bang!
Eu achei as rosas morrendo no chão
Crash! Boom! Bang!
Crash! Boom! Bang!
Esse é o chamado, esse é o jogo e a dor continua a mesma
Esse é o meu verdadeiro sobrenome
E sempre foi assim
Oh yea, oh yea, oh yea
Sempre foi assim, sempre foi assim
E sempre foi assim
E sempre foi assim

0 comentários:

Postar um comentário

Comentários:

Perfil

Formada em Sistemas de Informação e pós-graduada em Engenharia de Software.

Facebook

Views